Experiências de Aprendizagem | Menos Produtividade e Mais Presença

Estamos na era da produtividade. O trabalho parece ser encontrar uma forma de fazer as coisas melhor, mais rápido e mais simples. Parece bem, mas nosso foco em produtividade está matando nossas experiências de aprendizagem.

O foco em produtividade está matando nossas experiências de aprendizagem.

Como funciona isso?

Claro que quero ser produtivo, então algumas vezes me pergunto ‘como posso fazer isso melhor?’ e logo minha mente voa para outro lugar e entro num modo de querer organizar tudo, resolver a vida.

Quero produzir melhor, mas no meu caso, em que oportunidades de aprendizado é o que está sendo ‘produzido’, me parece que o foco na produtividade trabalha da mesma forma que uma obsessão por tricotar.

 

[vídeo ~7min]

 

 

Você pode entrar em dez mil horas de não-aprender-muito ao focar em produtividade.

De fato muitas pessoas passam anos na escola fazendo exatamente isso: produzindo muito material inútil, as vezes até sendo bem treinadas em algo, mas aprendendo muito pouco.

Eu diria que os grandes vilões deste não aprender são a ansiedade, a antecipação e as expectativas.

Enquanto ficam ansiosas em produzir aprendizado para si mesmos e para os outros, as pessoas não vivem aprendizagem de fato. E como não vivem, acaba sobrando um amontoado de coisas para se colocar na caixa de ferramentas ou na prateleira de livros, mais um outro sumidouro de energia feito para prevenir que se possa continuar fluindo e fluindo realmente então aprender alguma coisa.

Aprender é como água brotando de uma fonte. É um evento onde se está prestando atenção no agora, no momento onde a oferta se disponibiliza a ser reconhecida e onde existe uma oportunidade para encará-la com assombro.

 

 

Então é isso: quando as pessoas falam aprendizagem, elas normalmente querem dizer treinamento. Aprender piano, álgebra ou Japonês significa treinar bastante até ficar bom na coisa.

E a maestria nos acordes, na matemática e nos kanjis são realizações maravilhosas, então vá para sua aula e pratique, mas não se entulhe de coisa. Não pular para o próximo item na sua lista de tarefas permite que você possa dar ouvidos para as oportunidades de ouro de aprendizagem, aquelas que tiram o seu tapete e te surpreendem.

Estas oportunidades acontecem quando você está prestando atenção na experiência de estar aqui e agora.

Get My Articles on Your Email!

Signup now and receive an email once I publish new content.

I will never give away, trade or sell your email address. You can unsubscribe at any time.