o que é para caber?

bagagemryg

Tempos de arrumação. O que cabe realmente em uma ou duas malas?

Mágicos já provaram que eles cabem em malas minúsculas, mulheres já provaram que duas malas cabem em uma só e os desorganizados atestam que se pode encher uma mala com coisa nenhuma.

Quando se vai empacotar as coisas para uma longa viagem, daquelas que você não necessariamente deixa sua casa para trás, mas leva ela com você, um grande problema e uma grande oportunidade aparecem.

Sempre me lembro de um colega que viajou com a família toda por um ano para a Nova Zelândia. Família grande, de gente crescida, e com muita coisa útil e inútil. Todas essas coisas precisavam de um fim já que a casa não ia ficar esperando. Claro que se estocou nos parentes, vendeu-se uns, doou-se outros, mas a oportunidade de ver o que realmente se precisa continuava lá.

Estava esperando a minha vez. Posso estocar, doar, vender… mas o exercício melhor vai ser ver o que realmente eu carrego comigo e o que eu deixo para trás, para carregar de outra maneira ou para não mais colocar a mão. Tenho um outro colega que de tempos em tempos doa grande parte do que tem, o que já me rendeu conhecer boas músicas e bons livros do seu “espólio”. E deixar que coisas se façam úteis e inúteis para os outros é um compartilhar de inutilidade que devemos exercitar sempre.