Visita da OFSTED

OFSTED é o escritório que inspeciona a educação britânica e seus inspetores visitam escolas a cada três anos para verificar se ela está dentro dos padrões de qualidade nacional.

Podemos dizer que trata-se do controle de qualidade da educação britânica, com seus quadrinhos de checklist em que os respectivos tiques são necessários para que a escola possa continuar funcionando.

Até aí nada de mais, bastante normal que se tenha uma inspeção pública nas instituições educacionais. Acontece que em Summerhill a história é diferente. Os que conhecem a escola já devem ter visto o filme que a rede inglesa BBC fez sobre a briga com os inspetores da rainha – por dificuldade em cumprir com o checklist tradicional das escolas britânicas, Summerhill foi ameaçada de fechar e foi à corte para ter o direito de continuar existindo. Ganhou o caso e o filme conta dramaticamente a saga.

As inspeções, é claro, continuam, mas agora a escola tem o direito de ter um profissional acompanhando os inspetores durante a visita, garantindo que ela será além do checklist padrão e que os inspetores possam levar em conta a parte da escola que sua comunidade de alunos, pais e professores consideram sucesso na educação.

httpv://www.youtube.com/watch?v=MA5mEb4MaTk

Os inspetores da rainha devem visitar a escola em breve, talvez no começo do ano que vem. A movimentação do staff e das crianças começou e certamente o processo todo será uma experiência interessante. O objetivo da movimentação é coletar alguns aprendizados que acontecem na comunidade de forma que possam ser sistematizados como evidências que os inspetores entendam quando vierem.

Será interessante ver como realmente os inspetores trabalham e reagem à escola, mas certamente será ainda mais interessante acompanhar o coletar de evidências de aprendizagem de uma forma summerhilliana: sem pressão e considerando que o que a criança faz ao viver é aprender mesmo.

Basta colocarmos na foto, no papel ou na fala para que visitantes acostumados com a língua de nota em exames possam entender. Como eu acho que todo mundo deveria se esforçar para aprender uma língua estrangeira, imagino que esse processo vá ser benéfico para a comunidade da escola.

Informações sobre o caso ganho por Summerhill nos site da BBC abaixo, em inglês:

No início de Outubro a Ofsted fez a inspeção de 2011 – veja em Relatório da Inspeção a Summerhill