Visões e contradições de uma mente consciente

Oi! Participei ontem de uma palestra sobre Valores Humanos dada por um holandês chamado Robert Happé [http://www.roberthappe.net]. Algumas coisas interessantes que ele falou já conversamos um pouco aqui, então como ressonou na caixa eu lembrei…

Procurar o drama dos outros em vez de lidar com os seus: todo mundo me critica, mas eu acho mesmo: quem assiste Big Brother e Novela compulsivamente assiste porque, não tendo emoção suficiente na sua vida, procura emoção na vida dos outros, mesmo que ela seja uma emoção de mentira.

Pensar demais estraga!: Pois é… a gente pensa demais e isso faz mal mesmo. Gostei da colocação dele de que nunca vamos atingir um outro nível de consciência só na filosofia. Abaixo a ditadura da metafísica!

Tem mais coisa legal… vou lembrando e escrevo depois.

E, como sempre, eu aprecio mas também critico e pergunto, aí vai:

Escola… claro!: Não tem jeito. Por mais que se que queria fugir essa turma não consegue. Apesar de falar de usar menos o intelecto vem o discurso de que, para “salvar” o sistema educacional, é preciso ensinar, ensinar e ensinar!! Temos que sair dessa prisão! Não podemos ensinar coisas do não-pensar… a astrologia (coisa do qual ele parece ser estudioso) não vai fazer ninguem pensar menos do que a matemática, não acham?
Fiquei com medo do seminário gratuito para jovens que ele faz… espero estar enganado, como sempre. :)

Dualismo: Ah… ainda existe muito esse discurso de que ou você vai pelo caminho A ou pelo caminho B, ou por cima ou por baixo, ou para o bem ou para o mal. Ainda estou pensando nisso, mas quero mais plurais na minha vida…

E aí? Vamos expandir nossa consciência? Libertar nossa mente e espírito dessas prisões?

Como e quando você cria espaços para pensar sobre isso? Como e quando você cria espaços para não-pensar sobre isso?

Comentários

Carol Paiva
February 25, 2005 | 5:41 PM

hmmm confuso…

muitas coisas pra pensar!! mas fico pensando nisso também, se existem apenas duas opções, o certo e o errado, a direita e a esquerda, ou isto ou aquilo!! Na verdade eu queria não ter que escolher!! Tô tentando.. se descobrir te aviso!! Ah e se vc descobrir alguma coisa tb… conta pra gente hehehee

bjinhos

Mateus Fernandes
February 27, 2005 | 4:12 PM

Não-escolha também é uma opção…também é uma escolha…

É impossível estar imune ao colérico desejo de escolher…